terça-feira, 1 de dezembro de 2009

idenTIdade


Quando é que deixamos de ser nós para ser parte deles?

Sempre disse às minhas amigas que não deviam deixar de ser elas próprias para passarem a ser a namorada do X ou do Y... Que o ideal seria sempre cada um ter o seu mundo, e com base nisso construirem um mundo dos dois...

Mas na realidade, se cada um não deixar cair algumas coisas do seu mundo, não vai ter espaço para construir um novo mundo partilhado...

Até que ponto devemos deixar para trás o nosso mundo, para encaixar no dele? E será que existe essa diferença entre o que é meu e o que é teu!?


Só sei que o mundo dele ja faz parte do meu, e que já nao sei dizer "eu" sem um bocadinho do T e do U...

1 comentário:

Cláudia disse...

Na minha opinião é um erro, deixarmos de ser nós... Há sempre a possibilidade de as coisas não correrem bem, e depois como ficamos? A "ser" ninguém?
Há espaço e tempo para tudo, sem nunca nos perdermos de nós próprias.