segunda-feira, 26 de abril de 2010

O Guia


Ao longo da tua vida vais encontrar pessoas boas e más, opções certas e erradas, caminhos fáceis e difíceis. Vais amar quem não deves, escolher o fácil em vez do difícil e desistir a meio caminho. Vais também lutar pelo que achas certo, correr atrás daqueles que mandaste embora e ajudar os que sempre ignoraste. A vida é feita de escolhas.


Em determinada altura da tua existência, dar-te-ás conta que nem sempre é importante o que se escolhe, mas sim as passadas que se dá para lá chegar. Talvez nunca pares para pensar no que te digo, e então essa percepção vai te passar ao lado, e tu vais continuar a correr em frente, sem olhar para trás, sem aproveitar o caminho. Chegarás lá na mesma. Mas talvez não entendas porquê.


Pára. Anda devagar. Não tenhas medo de dar um passo em frente, mas vai apreciando a vista.


Não é difícil, se aceitares que precisas de um guia. Não de um transporte, que faça o caminho por ti; de um guia. Alguém que te vá indicando o caminho, quer tu o tomes ou não. Acredita.


E agora a escolha é tua. O guia não te pode obrigar, não te vai tentar convencer; apenas te mostra o caminho. Os passos, és tu quem os dá!

E não é que muda mesmo!!
Os amigos fazem greve e a malta não vai estudar!

terça-feira, 20 de abril de 2010

Olhos esbugalhados para as guerras económicas, tão cerrados para as guerras à nossa volta


" Por trás daqueles olhos hostis, havia uma menina que já aprendera que a vida não é muito divertida para ninguém; e a melhor forma de se proteger da rejeição dos outros consistia em ser-se o mais detestável possível. Assim, o desamor nunca seria uma surpresa. Apenas pura e simplesmente um facto."

A Criança Que Não Queria Falar, Torey Hayden



Tantas crianças que nunca aprenderam o amor e tão pouca coisa a ser feita quanto a isso.

domingo, 18 de abril de 2010

Reflexos do amor


Não há amor melhor que aquele que nos obriga a rever-nos e às nossas acções. Regra geral é no nosso "mais que tudo" que descarregamos a pilha imensa de feitios e manias que todos temos, portanto, são eles os sábios dos nossos "detalhes a emendar" (por assim dizer).

Este fim de semana foi (além de tudo o resto) um óptimo exercício de reflexão. Tantas vezes dizemos "contigo não tenho de fingir, posso ser eu mesma", mas isso não serve de desculpa para descarregarmos os humores no homem só porque estamos cansadas do trabalho, nem para estarmos de trombas todo o dia só porque não temos de "fingir estar felizes". Não! E eu meto o pé na argola tantas vezes nesse jogo... E ele diz com a maior simplicidade deste mundo que "para eu conseguir fazer bem a tantos outros tenho de descarregar o mal em alguém, e ele aguenta".

Mas quem merece mais as nossas boas acções que aqueles que nos apoiam mesmo durante as más? Não é justa a recompensa com cansaços e impaciências.

Há que ser calmia depois da tempestade, ser paciente com os humores e tolerante com as impaciências. E acima de tudo, há que saber reconhecer os passos mal dados, as palavras injustas, e, não voltar atrás porque para a frente é que se ama, mas correr para a frente, com ganas de amar melhor.

Apesar do fim de semana ter sido em óptima companhia, foi sempre partilhado com os livros... Estou morta.. Só precisava de me estender no sofá um dia inteirinho... ain

sábado, 10 de abril de 2010

quarta-feira, 7 de abril de 2010


Quero sentir-me leve...
Sorrir no meio de dois braços bem abertos, pela manhã.
Fechar os olhos e sentir o sol e o vento e o cheiro a mar.
Sem sobrolhos franzidos ou testas enrugadas.
Correr no meio dos pombos da praça.
Quero flores até perder de vista.
Quero contar estrelas nas noites quentes.

terça-feira, 6 de abril de 2010

Ele cheira bem


Porque é que os produtos de higiene (denominadamente o gel de banho) para homens cheira sempre tão bem? Melhor até do que os para mulheres... (aliás, nem há para mulheres... é o "familiar" e o dos homens)


Mas a serio, porquê!?!? É que isto de me andar a lavar com o gel do meu irmão e depois ir a passear tipo "homem cheiroso" na rua não está certo...


Será porque:


a) todos os "cientistas do gel de banho cheiroso" são mulheres e como tal querem é por os homens a cheirar bem para nos seduzir


b) são todos homens e acham que as mulheres já cheira bem naturalmente


c) são realistas e perceberam que os homens só com uma ajudinha forte é que disfarçam o cheiro




o que é que acham?

Apetece-me (#5)


sábado, 3 de abril de 2010

I Have a Dream...


Sonhos, sonhos, sonhos... O que são afinal os sonhos? Fantasias, desejos, medos, objectivos, espelhos... ? Há quem os leia, quem lute por eles, quem guie a sua vida por um deles, quem os esconda e quem os viva. Sonhos. De noite, de dia, do coração ou de ambição. De olhos abertos, de olhos fechados, gritados ao vento ou sem ser revelados.




"O sonho comanda a vida"



Ou será que a reflecte? E os pesadelos? Ou não são esse tipo de sonhos que comandam a vida? hum... Espero que não. Dispenso ter o lobo mau a assaltar-me a casa, ou a perseguir-me no café (sim, era esse tirano que reinava os meus pesadelos de criança).


Ultimamente tenho tido uns sonhos estranhos... Com coisas absurdas, outras nem tanto. Nunca percebi nada daquelas coisas dos significados dos sonhos, do género sonhar com aviões significa boa sorte no trabalho e ver tudo cor de rosa é sinal de prosperidade, mas sempre me despertou interesse o porquê daquilo que sonho. Ás vezes consigo fazer algum tipo de interpretação pessoal e entender porque é que sonhei com isto ou aquilo... Pode até nem fazer sentido, mas pelo menos chega para acalmar a curiosidade, sem matar o gato.


Apesar de tudo, e como o saber não ocupa lugar, aceito qualquer e todo o tipo de explicação/ensinamento que me queiram dar acerca de interpretação de sonhos.

Porque afinal de contas "O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza dos seus sonhos."

S.B.V.


Isto de saber fazer Suporte Básico de Vida tem muito que se lhe diga... Se por um lado acho mesmo fantástico estar a aprender o que fazer numa situação de acidente (que na minha área é muito importante), por outro lado é uma grande responsabilidade! Acho que para médica não dava, nah han!! Era só começar a pensar a responsabilidade que é ter a vida das pessoas nas minhas mãos e acho que ficava logo K.O., não salvava ninguém. É isso que tenho medo que aconteça se algum dia tiver de pôr em prática técnicas de S.B.V.

Mas independentemente das minhas inseguranças, acho que era mesmo importante o curso de primeiros socorros/suporte básico de vida fazer parte da formação obrigatória de quase todas as profissões. Aliás, nem tem só a ver com profissões, mas com cidadania! (by the way, sabiam que segundo o código penal é crime ver alguém numa situação de emergência e simplesmente não ajudar? ah pois!)

Adiante...

Hoje a tarde é para estudar técnicas de compressões torácicas e insuflações externas.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Home


Em inglês as palavras house e home têm o seu significado bem explicito e interiorizado por todos. Contudo, na tradução, muito do seu sentido perde-se. Podemos traduzir house por casa e home por lar, mas se casa se percebe bem que é um espaço físico, já a palavra lar remete-me (e acredito que a vocês também) mais para instituições do que para um espaço emocional de acolhimento, o nosso espaço... aquilo a que os ingleses chamam "home".

Tal como no português, em mim nem sempre está bem definido que house é que é "my home" (faço-me entender?). À pergunta "onde é que é a minha casa/home?" optei por ir respondendo que são as pessoas que o definem e não o lugar. E embora seja muito verdade, acho que é também uma easy way out do facto de morar em três lugares diferentes e não saber bem em qual deles me sinto verdadeiramente em casa.

Quando estou em Lisboa, durante a semana, se me perguntarem, digo que a minha casa é no Alentejo. Contudo, quando venho de fim de semana e me dizem "de volta a casa" a resposta é sempre "a minha casa é em Lisboa"...

Séries


Porque é que no Gossip Girl 99% das vezes que se faz um telefonema, vai instantaneamente para o atendedor de voz? Ninguém anda com o telemóvel!?


E porque é que no CSI parece que as luzes estão sempre desligadas?!