segunda-feira, 26 de abril de 2010

O Guia


Ao longo da tua vida vais encontrar pessoas boas e más, opções certas e erradas, caminhos fáceis e difíceis. Vais amar quem não deves, escolher o fácil em vez do difícil e desistir a meio caminho. Vais também lutar pelo que achas certo, correr atrás daqueles que mandaste embora e ajudar os que sempre ignoraste. A vida é feita de escolhas.


Em determinada altura da tua existência, dar-te-ás conta que nem sempre é importante o que se escolhe, mas sim as passadas que se dá para lá chegar. Talvez nunca pares para pensar no que te digo, e então essa percepção vai te passar ao lado, e tu vais continuar a correr em frente, sem olhar para trás, sem aproveitar o caminho. Chegarás lá na mesma. Mas talvez não entendas porquê.


Pára. Anda devagar. Não tenhas medo de dar um passo em frente, mas vai apreciando a vista.


Não é difícil, se aceitares que precisas de um guia. Não de um transporte, que faça o caminho por ti; de um guia. Alguém que te vá indicando o caminho, quer tu o tomes ou não. Acredita.


E agora a escolha é tua. O guia não te pode obrigar, não te vai tentar convencer; apenas te mostra o caminho. Os passos, és tu quem os dá!

3 comentários:

Raquel disse...

Parei e li três vezes este texto. Aqui resume-se tudo em que acredito. Porque eu acredito que somos guiados, mas que raramente lhe prestamos atenção, que não parámos para deixar que a vida siga o curso natural. Mesmo que naquele momento não faça sentido. Depois revela-se o melhor para nós.
Vou por um link no meu blog para este texto... A publicar quinta. Posso?

Beijo

Signora S. disse...

Olá Raquel :) ainda bem que faz sentido para ti aquilo que eu sinto em mim! Claro que podes usar o link, quem sabe se mais alguém sente o mesmo que nós!
Aproveito para dizer que gosto realmente de seguir o teu blog, apesar de me andar a faltar o tempo...

Beijinho

R* disse...

Adorei :)