terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Um sorriso, dois sorrisos


Há dois momentos, dois instantes específicos, que me roubam sempre um sorriso do tamanho do mar, sempre.


1) Ver-te chegar, a pé, de carro, de mota, de avião, com pressa, sem pressa, com muitas ou poucas saudades, para ficar muito ou pouco tempo, não importa. Sempre que chegas, roubas-me o meu melhor sorriso.


2) Estar num qualquer lugar, sozinha ou com gente, recatado ou público, apropriado ou não, e ouvir aquela música especial que me vai obrigar a dançar (nem que seja só mexendo o pezinho ou abanando o rabiosque discretamente). E danço, e sorrio.



Um, vivi minutos atrás, o outro, à algumas horas. Que dia feliz!


1 comentário:

Raquel disse...

Olá,

Que lindo post. Há realmente momentos que fazem os nossos dias e que recordamos com um sorriso a vida toda.

Em relação ao teu post, recebi um a dizer que já tinhas escrito o comentario 2x. Não recebi mais nenhum... :(

Beijinhos